Este livro homenageia o grande Antonio Ermírio de Moraes, em comemoração a seu aniversário de 80 anos.

Infelizmente, tornou-se muito comum assistirmos a cenas de desrespeito e de humilhação entre as pessoas. A melhor – e talvez a única – forma de eliminarmos males como esse é desenvolver, por meio de um processo educacional ético, sério, acolhedor, o valioso sentimento da amizade, como propõe Gabriel Chalita nesta obra.

Com uma linguagem simples, mas comovente, Gabriel Chalita procura recontar, pela voz de seu pai, a história de sua família. Dessa forma, ele expõe, também, as grandes qualidades desse José, aplicáveis a tantos outros pais do Brasil: honestidade, respeito, força de vontade, determinação e bondade.

Na história da humanidade, o Sol representa a criação do Universo, por irradiar sua luz vital. Este livro, simbolicamente, traz personagens iluminados, que vêm inspirando mentes e corações.

Em seis capítulos, esta obra reúne lições que apresentam valores como ética, generosidade, fraternidade e cidadania.

A poética de Gabriel Chalita excursiona por vivências, por desventuras, por amores e por desamores. Toda a perenidade da poesia é descrita com retratos fugazes do cotidiano, pois, para o autor, “se não fosse a capacidade de êxtase/diante da singeleza da paisagem,/a poesia viveria em luto”.

Publicidade